Especialização gratuitaPós-graduação

Ciência é 10! abrirá mais de 8 mil vagas até 2024

O Ciência é 10! (C10!), curso de especialização da CAPES, abrirá mais de 8 mil vagas até 2024. A Fundação detalhou a oferta nesta quarta-feira, 14 de junho, no lançamento oficial da segunda edição do Programa, que teve a participação de Luciana Santos, ministra da Ciência, Tecnologia e Inovação. O evento ocorreu em Brasília e teve transmissão ao vivo pelo YouTube. Serão mais de 3 mil vagas em 2023 e 5 mil em 2024. O preenchimento é de responsabilidade das 18 instituições de ensino superior participantes que estão distribuídas por 12 estados e o Distrito Federal e seguem cronogramas próprios.

Oferecido pela Universidade Aberta do Brasil (UAB), em 105 polos do Sistema, o C10! promove a valorização da ciência e da educação científica. O Programa tem módulos on-line com recursos multimídia, atividades práticas, fóruns de discussão e avaliações em quatro eixos temáticos  – Vida, Ambiente, Universo e Tecnologia, distribuídos em 480 horas/aula.

Mercedes Bustamante, presidente da CAPES, disse que o curso é importante por ajudar a alavancar o pensamento científico já na educação básica. “Um Programa que estimula o letramento científico e uma formação adequada em Ciências é um reforço à cidadania, à democracia”, afirmou. Luciana Santos classificou o C10! como um investimento no futuro do País. “Ao expandir a especialização de Ciências para a modalidade a distância, permitimos a inclusão de mais professoras e mais professores”, acrescentou.

Manuel Palacios, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ressaltou a importância do C10! ao enfatizar que “a formação do professor de Ciências, especificamente para os anos finais do Ensino Fundamental, muitas vezes se vê prejudicada”. Já segundo Suzana Gomes, diretora de Educação a Distância da CAPES, “o C10! traz uma pedagogia alternativa, diferenciada, pautada na problematização e na perspectiva histórico-cultural”. Por fim, Getúlio Marques, secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), disse “ficar muito feliz ao ver essa aproximação com a ciência e tecnologia de todo o governo”.

Após a mesa de abertura, o professor Nelson Studart Filho, um dos idealizadores do C10!, apresentou a palestra “Ciência é 10: Concepção e Aplicação”. A programação segue nessa quinta-feira, 15. A comissão responsável pelo projeto político-pedagógico do Programa falará sobre a aplicação do curso para os coordenadores do C10! das instituições de ensino participantes. Haverá, ainda, um treinamento para o uso da Plataforma Ciência é 10!, construída pelo Núcleo de Tecnologia para Educação da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), parceira da CAPES na realização de diversos cursos on-line.

Sobre o programa

O Ciência é 10 (C10!) é um curso de especialização promovido pela CAPES para professores da educação básica que lecionam Ciências para os anos finais (6º ao 9º) do Ensino Fundamental. É realizado na modalidade ensino a distância (EaD) e tem garantia da Fundação e certificação do Ministério da Educação (MEC) junto às instituições de ensino parceiras, que atualmente são 18.

O C10! é um dos cursos da Universidade Aberta do Brasil (UAB), sistema gerido pela CAPES, que é a maior indutora de educação a distância do governo federal. Através da UAB, professores da educação básica têm acesso a uma formação continuada e de qualidade.
Assista à íntegra do primeiro dia de evento.

Texto: CGCOM/CAPES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este conteúdo pertence ao site InfoEducação (www.infoeducação.com.br). Está proibida a cópia ou a reprodução não autorizada. Todos os direitos reservados.