Inscrições para estudar roteiro nos EUA vão até o dia 23

A CAPES prorrogou o prazo de inscrição para a seleção de dois roteiristas que irão cursar o mestrado profissional nos Estados Unidos. Os interessados em estudar roteiro devem preencher um formulário no site da Comissão Fulbright Brasil até as 23h59 de 23 de julho. A divulgação do resultado está prevista para setembro deste ano, e o início das atividades para agosto de 2022.

As bolsas terão duração de até 21 meses. Os custos serão repartidos entre a Fundação brasileira e a Comissão estadunidense. A CAPES pagará as taxas acadêmicas e administrativas. Já a Fulbright arcará com valor mensal variável, a depender do campus e de decisão do governo americano, além de seguro-saúde, passagem aérea internacional de ida e de volta na classe econômica e auxílio-instalação de US$1 mil.

O Edital nº7/2021 é parte do Programa CAPES-Fulbright – Master of Fine Arts (MFA) in Screenwriting e está disponível no site da CAPES. Para se candidatar, é necessário ter nacionalidade brasileira, ser bacharel em curso de no mínimo quatro anos, ter experiência comprovada na área de elaboração de roteiros para produções audiovisuais, não ser mestre ou doutor e não ter outra bolsa. É necessário, ainda, comprovar nível de proficiência na língua inglesa, por meio do TOEFL IBT, com no mínimo 102 pontos, ou IELTS, com pontuação de ao menos 7. A documentação exigida está no edital.

Eventuais dúvidas no momento da inscrição devem ser encaminhadas até três dias úteis antes do fim do prazo para cinema@fulbright.org.br. O e-mail para contato da CAPES em relação a esse programa é o fulbright@capes.gov.br.

Sobre o programa para estudar roteiro

O Programa CAPES-Fulbright – Master of Fine Arts (MFA) in Screenwriting é fruto da parceria entre a CAPES e a Comissão Fulbright. Os objetivos incluem proporcionar a formação qualificada de profissionais brasileiros, complementar a formação técnica e especializada na formação de roteiristas para a produção audiovisual, estreitar as relações bilaterais entre Brasil e EUA na área e dar maior visibilidade à produção audiovisual, tecnológica e cultural do País.

Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações da CAPES

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *