Diferenças de pós-graduação: MBA, especialização, mestrado e doutorado

Após o término de uma graduação, geralmente fica a dúvida sobre o que fazer e entre as diferenças de pós-graduação. Entre as opções, estão o MBA, especialização, mestrado ou doutorado.

Realizar uma pós-graduação significa ter um aprofundamento em determinado tema após realizar uma faculdade. Certamente, o profissional obterá uma qualificação ainda melhor para o mercado de trabalho.

Primeiramente, o interessado precisa saber no que difere a pós-graduação lato sensu e stricto sensu. A lato sensu é mais voltada ao mercado profissional e ao conhecimento do cotidiano, como é o caso das especializações e MBAs.

Entretanto, a stricto sensu é direcionada para a área acadêmica, como os mestrados e doutorados. Para saber mais sobre cada uma delas, acompanhe o texto.

Diferenças de pós-graduação lato sensu: MBA e especialização

Há diferenças entre as pós-graduações especialização e MBA, mesmo que ambas sejam lato sensu. Contudo, no Brasil as duas precisam obter 360 horas de aula para serem aprovadas pelo MEC (Ministério da Educação).

Sobre a especialização:

  • Existem especializações sobre todas as áreas de conhecimento, e elas ajudam o profissional a entender mais um determinado assunto ou segmento de sua graduação;
  • Não necessariamente precisa ter a ver com o curso de graduação. Por vezes, são realizadas por profissionais recém-formados e que desejam realizar uma pós-graduação mais objetiva.

Sobre o MBA:

  • O MBA é voltado para aqueles que já possuem uma certa experiência de mercado, e com isso querem especializar-se para obter um cargo de gestão de equipes de trabalho, ou já o obtêm;
  • Muito buscado por empresários e executivos, o MBA ensina conhecimentos sobre gestão de negócios, como finanças, estratégia, marketing, etc. Ou seja, o MBA prepara ainda mais esse profissional para o mundo corporativo.

É importante lembrar que, embora existam diferenças de pós-graduação MBA e especialização, os dois podem ser feitos em universidades e faculdades. Agora, caso a pessoa queira um aprofundamento acadêmico, o mestrado e o doutorado são os mais recomendados.

Diferenças de pós stricto sensu: mestrado e doutorado

Essas diferentes pós-graduações podem ser concluídas tanto em instituições públicas, como particulares. Dessa vez, com a stricto sensu, você recebe um diploma, e não um certificado como no caso da pós-graduação lato sensu.

O mestrado pode ser realizado após a graduação, com a intenção de tornar-se professor universitário ou pesquisador. Normalmente tem a duração de 2 anos, e com ele, você recebe o título de Mestre.

Existem dois tipos de mestrado: os acadêmicos, e os profissionais. O primeiro é voltado principalmente para o conhecimento teórico do assunto, e como aplicá-lo na vida e sociedade. Enquanto os profissionais estão voltados para a prática profissional e o mercado de trabalho.

Após o mestrado, o interessado em dar prosseguimento acadêmico pode optar por um doutorado, que tem em média 4 anos de duração, e o pesquisador recebe o título de Doutor.

A propósito, muitos concursos para professores universitários exigem, no mínimo, a obtenção de um diploma de mestrado ou doutorado. E a maioria dessas vagas solicitam o título de Doutor.

De todo modo, a pós-graduação é uma ótima oportunidade de aprimorar o currículo, de obter mais conhecimentos teóricos e práticos e de conquistar melhores vagas no mercado de trabalho.

Caso tenha gostado do texto sobre as diferenças de pós-graduação, mas ficou alguma dúvida, deixe seu comentário!

Tayná

Tauná é redatora e estudante de serviço social. Contato: taynaquinoo@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *